Charme e elegância parisiense é o que lhe oferece o Royal Hôtel. Logo ao lado da Place de l'Étoile, com vista direta para o Arco do Triunfo, este endereço permite-lhe sair do tumulto efervescente da Avenida dos Campos Elísios, estando apenas a 5 minutos desta.

Perto dos melhores restaurantes gastronômicos de Paris (Pierre Gagnaire, Guy Savoy, e Taillevent), aproveite sua estadia para descobrir suas ementas permanentemente renovadas.

Estará a dois passos do museu Jacquemart André. Construído no século XIX, este hotel particular oferece a descoberta de espaços mobiliados e decorados de acordo com a moda e gosto da época. Residência de colecionadores, cuja vida dedicaram à paixão por objetos e obras de arte. É também famoso pela qualidade de suas exposições temporárias. A proximidade imediata com os bairros comerciais seja a Avenida dos Campos Elísios, Avenida Montaigne ou acesso às prestigiadas e famosas lojas, os "grands magasins": Printemps de Paris e Galeries Lafayette.

Ficar no Royal Hôtel significa também a opção de ficar no coração de sua atividade profissional, lugar por excelência de negócios e mundo bancário, estará também a alguns minutos do bairro da Défense, coração econômico do oeste parisiense.

Viver plenamente a estadia no Royal Hotel

Lojas, museus, saídas e monumentos parisienses… não saberá por onde começar! O 8º arrondissement de Paris é símbolo de elegância, cultura à la française e requinte. É neste bairro parisiense que se podem admirar e visitar célebres monumentos, tais como o Grand Palais e seu magnífico envidraçado, a Place de la Concorde e sua coluna egípcia, o Palácio do Eliseu, os Campos Elísios e o Arco do Triunfo, etc. É um concentrado de lojas prestigiadas, surpreendentes museus, restaurantes e famosos clubs … tudo aqui está reunido para tornar sua estadia em nossa companhia animada e encantadora!

Bairro dos amantes de moda e Alta-Costura

Nos Campos Elísios e Avenida Montaigne, as maiores marcas de Alta-Costura o recebem em luxuosas lojas dando-lhe oportunidade de embarcar numa viagem ao mundo do requinte.

Museus originais, insólitos e ilustres

O museu Bouilhet-Christofle e suas coleções de móveis e objetos de joalheria, as galerias nacionais do Grand Palais, o museu Nissim de Camondo, o museu Jacquemart André, o museu do Arco do Triunfo ou ainda o Palácio da Descoberta… os museus são a legião no 8º arrondissement! O suficiente para saciar sua sede de conhecimento e cultura!

Noites loucas ou loucamente românticas!

Percorra os Campos Elísios e suas luzes deslumbrantes, suba ao topo do Arco do Triunfo e admire a vista magnífica que lhe é oferecida, de Montmartre à Torre Eiffel…não há mais romântico! Ou escolha um dos inúmeros bares, cabarés ou clubs das avenidas próximas e deixe-se levar pela música e a louca vida das noites parisienses! Aqui, tudo é possível e permitido!

Bairro histórico, onde estão os mais belos monumentos de Paris

A Avenida de Friedland liga a Place Charles de Gaulle ao Boulevard Haussman. Localizada no 8º arrondissement de Paris, um dos mais prestigiados da capital, perto dos Campos Elísios, Arco do Triunfo e Palácio Presidencial. A Avenida de Friedland terá o nome de Boulevard Beaujon até 1864. Seu nome devia-se ao financeiro Nicolas Beaujon, que detinha aí uma parte do setor ainda não urbanizado. Rua disposta sob o signo da elegância e do requinte. Este tinha mandado construir aí a Folie Beaujon no cruzamento com a Rua Balzac, antigamente Rua Fortunée. Aprazível propriedade bem decorada, assim definida pelos visitantes: «A chartreuse é um verdadeiro campo, com pátio de criação de animais, leiteria e até uma capela. A casa está magnificamente mobiliada para não falar das estátuas, quadros, objetos curiosos que encontramos a cada passo, seria necessário um catálogo... »

Honoré de Balzac deixou sua marca neste bairro de Paris

É no número 12 da Avenida de Friedland, no cruzamento com a Rua Balzac, que Honoré de Balzac adquiriu uma casa em 1846, numa dependência da Folie Beaujon. Pretendia fazer aí um palácio para a Sra. Hańska com quem casou em maio de 1850. Viveram ali juntos até à sua morte, em 18 de agosto do mesmo ano. A Rua Fortunée foi, entretanto, rebatizada de Rua Balzac. Uma estátua do célebre escritor foi erguida pela sociedade dos Gens de Lettres na Avenida de Friedland em 1902.

Localização repleta de história e prestígio

Até 1857, o número 33 da Avenida de Friedland, endereço atual do Royal Hôtel, constituía a localização dos diferentes castelos. Primeiro aqueles do Conde de Lamscone, cuja arquitetura gótica e chinesa devia contrastar com aquela a que estavam habituados os parisienses do século XVII. Foi depois ocupada pelo encantador castelo de 3 torres de Arsène Houssaye, destruído quando o Boulevard Beaujon nasceu.

Preços e disponibilidades